Glances – Olho em seu sistema

Este é o lema principal do Glances. Em uma tela só, números sobre processos, CPU, memória e outros parâmetros que são essenciais para um SysAdmin manter o monitoramento dos seus servidores, ao alcance dos seus olhos.

Glances é um software de monitoramento CLI (Command Line Interface) baseado em Curses. Não espere gráficos, imagens, animações e alertas. É um software de monitoramento presencial.

A página oficial é esta:

  •     http://nicolargo.github.com/glances

E é mantido pelo programador Nicolas Hennion. O Software é feito em Python.

Sua interface traz dados imediatos sobre:

  •     O uso do processador (por Core, por processador);
  •     Carga do sistema;
  •     Uso da memória RAM;
  •     Uso da memória swap;
  •     Quantidade de processos (ordenado por uso de CPU, memória …);
  •     Uso das placas de rede;
  •     Uso dos HDs e partições (Inputs e Outputs);
  •     Uso de espaço das partições e dispositivos de armazenamento.

Instalação do Glances

Existem diversas maneiras de instalar o Glances. Iremos abordar algumas aqui.

Pré-requisitos:

  •     Python 2.6 ou superior;
  •     Para distribuições baseadas em Debian, o pacote build-essential (para instalação via Pypi e setup.py);
  •     Para distribuições baseadas em Red Hat/Fedora/CentOS, o pacote Development Tool (para instalação via Pypi e setup.py);
  •     python-dev (para instalação via Pypi);
  •     python-setuptools (para instalação via setup.py);
  •     python-psutil 0.4.1 ou superior;
  •     python-jinja2 2.0 ou superior (opcional para exportar HTML ).

Obs.: Se você for instalar via apt-get ou yum, não se preocupe, todas estas dependências são resolvidas automaticamente.

Método 1.

Instalando em distribuições Debian:

$ sudo apt-get install python-pip build-essential python-dev
$ sudo pip install glances

Método 2.

Utilizando os repositórios PPA no Ubuntu/Mint:

$ sudo add-apt-repository ppa:arnaud-hartmann/glances-stable
$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install glances

Método 3.

Utilizando a instalação via YUM no Red Hat/Fedora/CentOS:

$ su –
# yum install openstack-glance

Método 4.

Compilando através do código-fonte:

$ wget -O /tmp/glances-last.tgz https://github.com/nicolargo/glances/tarball/master
$ sudo apt-get install python-setuptools build-essential python-dev
$ cd /tmp
$ tar zxvf glances-last.tgz
$ cd nicolargo-glances-*
$ sudo python setup.py install

Para executar, basta apenas digitar:

$ glances

Por padrão, o Glances atualiza a tela a cada segundo, se quiser mudar o tempo, use o parâmetro -t:

$ glances -t 5

Conhecendo o Glances

O Glances é bastante simples. Abaixo algumas informações sobre Cores do sistema e algumas teclas de atalho:

O status das cores.

É importante ressaltar aqui o que cada cor representa no Glances:

  •     Verde: Tudo certo!
  •     Azul: Atenção …
  •     Magenta: Cuidado …
  •     Vermelho: Estado crítico!

Durante o uso do Glances você pode utilizar algumas teclas de atalho para mudar seu comportamento:

  •     h → Exibe ajuda;
  •     c → Ordena os processos por consumo do processador;
  •     d → Habilita/desabilita a exibição do status de I/O do disco;
  •     f → Habilita/desabilita a exibição do status de I/O dos arquivos;
  •     I → Habilita/desabilita os logs (alertas no fim da tela quando algum limite é alcançado);
  •     n → Habilita/desabilita a exibição do status de I/O das placas de rede;
  •     p → Ordena pelo nome dos processos;
  •     q → Sai.

As colunas exibidas pelo Glances são:

  •     VIRT: Memória virtual em bytes
  •     REST: Total residente em memória em bytes
  •     CPU%: % de CPU utilizada
  •     MEM%: % de MEM utilizada
  •     PID: Identificador do processo
  •     USER: Usuário dono do processo
  •     NI: Prioridade do processo.
  •     S: Status do processo:

R – Running
D – Sleeping (não pode ser interrompido)
S – Sleeping (pode ser interrompido)
T – Traced ou Stopped
Z – Zombie

  •   IO Read and Write
  •   TIME+: Uso total da CPU em tempo
  •   NAME: Nome do processo

Fonte: http://nicolargo.github.com/glances

Deixe uma resposta