Google Glass rodou Ubuntu no Google I/O

No Google I/O uma das sessões foi bem curiosa: Voiding Your Warranty: Hacking Glass (Acabando com a garantia: Hackeando o Glass).

O Google Glass roda Android, e com algumas ferramentas pode ser alterado de forma parecida com boa parte dos dispositivos Android existentes, sejam tablets ou smartphones. Na sessão o aparelho passou a rodar o Ubuntu.

Basicamente as etapas consistem em colocar alguns APKs no aparelho (Launcher, Settings e Notepad) usando adb; parear um teclado e trackpad Bluetooth; destravar o bootloader com o fastboot e substituir a imagem do sistema para obter acesso de root.

Com acesso de root o Glass fica bem aberto, sendo possível, entre outras coisas, rodar distros Linux. No caso do Ubuntu foi necessário baixar o Terminal Emulator e o Complete Linux Installer (aliás, fica a dica de app para usuários de outros aparelhos rooteados). Com a distro Linux no sistema dá para ativar o SSH ou VNC para acessar a interface e mandar ver nas brincadeiras.

A utilidade de instalar uma distro (ainda que no Android) no Glass é bastante questionável, mas não deixa de ser interessante ver até onde vão os pequenos óculos inteligentes do Google.

Deixe uma resposta